Tirei um cochilo e acordei na Idade da Pedra

image_pdfimage_print

Você já teve essa impressão? Eu já, principalmente depois de ler as últimas notícias no Brasil e no mundo, tenho a impressão de ter tirado um cochilo e ter voltado no tempo.

Acompanhe só essas notícias que selecionei: mulher de 25 anos, na Nicarágua, durante um ritual religioso de uma Igreja Evangélica, é amarrada junto a uma fogueira, teve sérias queimaduras por todo o corpo e não resistiu. Esse fato acabou de acontecer, em pleno ano de 2017!

Ainda esse ano, uma mãe matou o próprio filho, a facadas, por ele ser gay! Não bastasse ter matado, ela também colocou fogo no corpo.

Para fechar, um adolescente de 17 anos morreu, após passar por várias cirurgias e ter o seu intestino destruído por uma mangueira de alta pressão, introduzida em seu ânus, numa “brincadeira” feita pelos seus colegas de trabalho.

Vou parar por aqui, do contrário, poderia acabar estimulando a depressão, pois ao ler tantas notícias trágicas, não tem como se manter esperançoso para com o futuro da humanidade.

O que está acontecendo com o mundo? Me questiono isso praticamente todos os dias e ainda não encontrei uma resposta racional. Sempre acreditei que o homem está em constante evolução, mas diante desses fatos, passei a questionar minhas próprias crenças, pois tenho a nítida sensação de que a humanidade está regredindo e tenho medo de qualquer dia, ao sair pela rua, me depare com algum enforcamento em praça pública!

Sentimentos ultraconservadores estão novamente ganhando adeptos e, não tenho dúvidas, se um novo Hitler surgisse agora, faria um estrago igual ou maior que seu antecessor e, novamente, contando com os gritos efusivos da grande massa, que parece estar em transe hipnótico.

Ao mesmo tempo em que vemos as religiões, de todas os segmentos, ganhando cada vez mais fiéis, também vemos o aumento da intolerância e do radicalismo e isso chegou a um nível tão alarmante que, numa declaração sem precedentes, o próprio Papa admite que é melhor ser ateu a ser um católico hipócrita. Particularmente, conheço vários ateus bem mais cristãos do que muitos ditos religiosos.

Fatos dessa natureza saltam em todos os lugares do mundo, basta uma rápida passada pelos noticiários para ver que a onda de violência extrema vem se alastrando e ganhando território. Tirar a vida de outra pessoa ficou mais simples do que esmagar uma formiga e tudo serve de justificativa para esse ato!

Pessoas morrem em filas de hospitais, sem atendimento e isso já não causa mais tanta revolta e comoção. Outros tantos morrem de fome e sede e isso também já é aceitável. Crianças são exploradas física e psicologicamente, mas fingimos não ver. Mulheres ainda são mortas por serem consideradas como meros objetos da vaidade masculina e tudo bem.

Por outro lado, além de toda essa violência, ainda somos violentados diariamente por Governos corruptos, que sequer tem mais pudor em tentar disfarçar seus roubos bilionários e vamos aceitando.

Tem dias que tenho a nítida impressão de que estou louco, pois não é possível que o mundo esteja ao avesso e tudo seja normal! Talvez eu tenha surtado e o problema seja só meu.

O nível de egoísmo do ser humano chegou a tal ponto que o cegou completamente, a noção do bem coletivo praticamente não existe, mas é importante lembrar que vivemos numa sociedade e não há outra forma de viver a não ser dividindo espaços e coisas, sentimentos e emoções e que não pode ser somente a minha vontade que tem que se sobressair!

Noções muito simples de respeito a liberdade e individualidade alheia se perderam e nem vou entrar nas questões éticas e morais. Eu mesmo já brinquei várias vezes com a vinda de um meteoro, que vai destruir o mundo, mas quem precisa de meteoro se a própria humanidade está se autodestruindo?

Ainda bem que daqui a pouco o relógio vai tocar e eu vou despertar, assim espero, pois tem uma camisa branca, de manga longa e umas cordinhas estranhas que amarram os braços para trás, bem ali, me esperando. Me disseram que se chama camisa de força e imagino que seja porque vou ter que fazer muita força para me soltar, não é?

 

Comente com o Facebook
Facebooktwittergoogle_pluslinkedin
Facebooktwittergoogle_pluslinkedinyoutube
Social tagging: > > >

Comments are closed.