Continue em Frente

image_pdfimage_print

Faço parte daquela parcela da população que é movida à música. Tenho playlist para tudo, até para não fazer nada e hoje, ouvindo uma das músicas que mais gosto, Walk On, do U2, fiquei refletindo sobre tantas coisas, que os 4:56 minutos da música pareciam ter se transformado numa eternidade.

Diante de tudo o que vivemos, não só no Brasil, mas no mundo, continuar em frente é um desafio e tanto. Quem nunca se sentiu sem forças, esgotado, com a impressão de que o mundo lhe escapa aos dedos?

Somos atacados de tantas formas, seja pelo Governo ou pela própria sociedade, que chega uma hora que começamos a duvidar de tudo, até das próprias convicções. O que mais podem nos tirar?

A música responde: uma das poucas coisas que ninguém, nunca, conseguirá nos tirar é o que realmente somos, é o que realmente amamos.

Sobre aquilo que o nosso coração repousar, isso nunca nos será retirado. Isso trouxe um certo conforto, pois como disse acima, chega um momento em que temos a sensação de que tudo nos será roubado.

Fiquei pensando naquelas pessoas, que vez ou outra vemos em reportagens ou na esquina mais próxima da nossa casa, aquelas que estão vivendo nas ruas, sem ter o mínimo necessário para uma condição digna, mas que mesmo nessa situação extrema, nutrem um sentimento de gratidão inigualável.  Pelas circunstâncias mais adversas, essas pessoas podem não ter nada, materialmente falando, mas algo ainda está em seus corações e isso, ninguém irá lhes retirar.

Também fiquei refletindo que a felicidade pode ser isso. Talvez a felicidade seja a conquista de algo tão grandioso e valioso, que não tem tamanho e nem valor comercial. Pode parecer contraditório, mas é isso. A felicidade não tem tamanho, não tem valor, pois ela pode estar num sentimento de gratidão que está em nosso coração, ou qualquer outro sentimento, que ninguém pode passar e levar.

A felicidade tanto pode ser algo que sentimos ou que temos que deixar para trás, como uma mágoa ou mesmo algo pelo qual lutamos uma vida toda. Quantos exemplos temos de pessoas que só sentiram a felicidade ao abrir mão de tudo? Talvez seja por isso, por esse sentimento de liberdade, de alívio e de destemor, em saber que a sua alegria está em algo que ninguém pode levar.

Pensei nas pessoas que já passaram pela minha vida e que já se foram. Algumas partidas foram difíceis, a saudade dói até hoje e doerá para sempre, mas o amor dessas pessoas fez uma marca em minha alma e, de alguma forma, transformaram a minha vida, fazendo parte daquilo que me tornei. Isso, sequer a eternidade pode me retirar!

O tempo todo deixamos coisas para trás: sonhos que não se concretizaram, crenças que perderam o sentido, sentimentos que não foram correspondidos, carreiras promissoras, coisas que construímos, mas que já não fazem o menor sentido. Simplesmente deixamos para trás e seguimos em frente, para uma nova cidade, um novo país, uma nova vida. Apenas, seguindo em frente.

A vida é isso: coisas que conquistamos, coisas que deixamos, as perspectivas vão se modificando, os sonhos vão se transformando, algumas coisas perdem valor e outras ganham. Não se assuste se algum dia você acordar e sentir que toda sua vida não te pertence mais, simplesmente deixe para trás e continue em frente, veja onde está seu coração, pois é lá que estará o seu lar, a sua paz e a sua alegria. Continue em frente!

Música: Walk On – U2

 

Comente com o Facebook
Facebooktwittergoogle_pluslinkedin
Facebooktwittergoogle_pluslinkedinyoutube
Social tagging: > > >

Comments are closed.